A integração bicicleta-metrô no rio de janeiro: características socioespaciais

Esta pesquisa aborda a integração modal no Rio de Janeiro, focando na relação entre a bicicleta e o metrô. Por meio de uma avaliação da distribuição da infraestrutura cicloviária e sua relação com o entorno próximo das estações de metrô, a pesquisa apresenta uma perspectiva sobre as principais áreas beneficiadas pela integração e as desigualdades intraurbanas. Assim, objetiva-se confrontar a distribuição de tais infraestruturas e as características socioeconômicas da população residente por elas atendida, buscando compreender o direcionamento das práticas adotadas até então para esta intermodalidade no contexto carioca. A pesquisa é apoiada em literatura específica sobre a integração modal e complementada por mapeamento georreferenciado dos dados obtidos, configurando um panorama sobre a questão dentro da realidade urbana do Rio de Janeiro. O levantamento realizado revela uma maior concentração de infraestrutura cicloviária voltada para a integração em áreas com população de maior poder aquisitivo, demonstrando uma relação inversa com o grau de dependência dos transportes coletivos. Assim, busca-se contribuir para o entendimento do tema, observando os impactos sociais referentes às estratégias adotadas para a constituição de um sistema integrado no espaço urbano carioca.

Produto: Dissertação de mestrado.